Com certeza você ou alguém próximo já teve fortes dores nas costas e no auge daquela dor se perguntou: meus Deus, Como Aliviar Dor na Coluna? Nesses casos a Fisioterapia é considerada a primeira opção de tratamento, independente do tipo de dor que ela apresente nesta região.

Desta forma, antes de considerar outros tratamentos invasivos, como a cirurgia, a Fisioterapia para o Alívio da Dor Lombar será indicada com o objetivo principal de eliminar a causa da dor, através da melhora da mobilidade articular e do movimento em si. Além da prática de exercícios orientados que pode ser utilizado como forma de tratamento e prevenção.

Como Aliviar Dor na Coluna com a Fisioterapia – Formas mais Comuns

1. Fisioterapia Passiva:

Inclui coisas feitas ao paciente, tais como aplicação de calor ou de gelo e estimulação elétrica (uso do TENS, Ultrassom, Laser).

Por exemplo, uma bolsa de água quente pode ser aplicada para aquecer os músculos antes de fazer exercícios e alongamentos, e uma bolsa de gelo pode ser usado posteriormente para acalmar os músculos e tecidos moles.

2. Fisioterapia Ativa:

Concentra em exercícios específicos e alongamento, para a maioria dos tratamentos para aliviar do na coluna, o exercício ativo é o foco do programa de fisioterapia.

Entenda Como Aliviar Dor na Coluna com Exercícios de Fisioterapia

Este artigo centra-se na Fisioterapia para alíviar dor na coluna através de exercícios , além de prevenir ou minimizar crises futuras.

A estabilidade da coluna lombar é largamente dependente da musculatura abdominal e dos músculos posteriores do tronco (musculatura lombar).

Os músculos abdominais proporcionam o suporte estabilizador inicial através da sua capacidade de gerar pressão dentro do abdômen que é exercida até a coluna vertebral, proporcionando assim uma estabilização na região anterior da coluna, já os músculos lombares estabilizam a parte posterior da coluna vertebral, devido a sua localização (origem e inserção).

Simplificando, a coluna vertebral e os discos são rodeados por músculos, e quanto mais fortes são esses músculos estiverem, menos estresse é colocado nos discos e articulações da coluna vertebral.

Os pacientes devem desenvolver um “cinto” de músculo em torno de sua coluna vertebral visando sua proteção.

Há uma quantidade substancial de literatura médica apoiando exercícios de fisioterapia específicos para o tratamento da dor na coluna.

Enquanto a maioria dos episódios de dor na coluna são auto-limitantes e vai ficar melhor por conta própria, exercício ativo desempenha um papel importante na redução da dor do paciente e melhora da mobilidade da região posterior em pacientes com dor na coluna.

Um programa de exercícios da Fisioterapia para o Alívio da Dor Lombar em curso também reduz a probabilidade e gravidade de futuras ocorrências de dor.

Fisioterapia para Alíviar Dor na Coluna: Antes e Depois da Cirurgia

Para entender como aliviar dor na coluna podemos observar evidências substanciais que apoiam os benefícios da Fisioterapia para Alívio da dor na coluna e do exercício antes e depois de uma cirurgia lombar, pois a força e a estabilidade muscular que a fisioterapia fornece é capaz de reduzir significativamente o tempo de recuperação de um paciente após a cirurgia e na maioria das vezes evitar a cirurgia.

A Fisioterapia para Alívio da dor na coluna que utilizam os exercícios como base do tratamento (cinesioterapia), é considerada importante pela maioria dos pacientes, independente de necessitarem ou não de cirurgia.

Isso ocorre porque os pacientes com dor lombar são mais propensos a se recuperar quando estão em ótima condição física.

A menos que tenha uma contra-indicação para fisioterapia ou necessite de cirurgia de emergência, a maioria dos pacientes são aconselhados a submeter-se a um tratamento de fisioterapia antes de pensar num tratamento cirúrgico.

Muitos pacientes preferem procurar primeiro um fisioterapeuta no caso de cor na coluna, pois já sabem que será este profissional que lhe acompanhará em sua recuperação, e se necessário o próprio fisioterapeuta irá lhe orientar a consultar com um médico. Porém outros acreditam que é importante o acompanhamento médico para descartar quaisquer diagnósticos clínicos, tais como o tumor ou uma fratura.

É importante ressaltar que o diagnóstico médico é diferente do diagnóstico fisioterapêutico, pois o médico irá buscar uma causa clínica (alterações anatômicas) para dor; e o fisioterapeuta irá verificar quais disfunções o paciente apresenta para justificar a dor, a causa clínica é secundária frente as disfunções que lhe são apresentadas.

Tratamento da Fisioterapia para Aliviar da Dor na Coluna

Se você quer entender bem como aliviar dor na coluna com a fisioterapia, um dos primeiros passos é enxergar a fisioteraía apenas como analgésico (eliminação da dor), mas sim como restaurador da função/mobilidade.

Assim podemos dividir o tratamento em duas fases, sendo a primeira em analgésica (alivio da dor) e a segunda como funcional (ganho/correção da mobilidade). Quando o paciente conclui a primeira fase da fisioterapia e continua com o tratamento até o final da segunda fase, incorporando em sua rotina, o seu programa de exercícios, com certeza terá um sucesso durador em seu tratamento.

Exercícios de Fisioterapia para Alivio de Dor na Coluna

A maioria dos programas de fisioterapia que são projetados para tratar a dor lombar e alguma dor radicular (dor irradiando para baixo da perna), esses programas irão incluir uma combinação dos seguintes exercícios:

1. Alongamento

O alongamento adequado dos músculos, juntamente com os exercícios ativos, ajudará a manutenção da amplitude de movimento normal e proporcionará alívio para os músculos que frequentemente sofrem de atrofia de desuso (músculos encolhidos devido à falta de uso) ou espasmos de postura inapropriada ou irritação nervosa.

Para muitos pacientes, o melhor é seguir uma rotina de alongamento que tenha sido projetada individualmente para eles por um fisioterapeuta.

O paciente deve realizar o alongamento de forma lenta e gradual.

2. Estabilização Dinâmica

A estabilização dinâmica ou equilíbrio dinâmico, envolve o uso de uma variedade de exercícios e podem incluir o uso de bolas, equipamentos (acessórios) ou mesmo exercícios específicos.

O ponto de principal da estabilização é fortalecer os músculos secundários da coluna vertebral e ajudar a apoiar a coluna através de vários intervalos de movimento.

3. Fortalecimento do Core

Estes são exercícios específicos para fortalecer os músculos abdominais e os músculos da região lombar (eretores espinhais) para fornecer o referido “cinto de músculo” em torno da coluna vertebral.

Esses exercícios normalmente incluem:

  • Fortalecimento abdominal específico.
  • Exercícios de lombar (hiperextensões), que podem ser realizados em máquinas ou simplesmente deitado de barriga para baixo e lentamente levantando o peito do chão, este exercício pode ser utilizado tanto para o ganho de força dos músculos extensores, como para alongamento dos músculos abdominais.
  • “Saudação Oriental” é um exercício para fortalecer os músculos das costas. Este exercício requer que o paciente fique de pé com as pernas retas e a largura dos ombros, com uma vassoura ou uma barra ponderada nos ombros. O paciente então se inclina lentamente para frente até que o rosto fique paralelo ao chão e depois erga de volta.

4. Tração Lombar

Existem várias formas de realizar uma tração lombar, desde uma pompagem lombar (tração manual) até a utilização da mesa de tração.

Independente da forma que a tração é aplicada o seu objetivo é aumentar o espaço do disco dentro da articulação vertebral, fazendo com que os músculos da coluna lombar se alonguem.

Este espaço intervertebral aumentado é pensado para fornecer um período de recuperação a articulação, permitindo que os músculos relaxem, melhorem seu aporte sanguíneo e consequentemente diminuam a pressão sobre os discos vertebrais.

A pesquisa sobre a eficácia da tração lombar é controversa, com alguns estudos mostrando que acrescenta valor e outros estudos mostrando que é de pouco ou nenhum valor para pacientes que buscam resposta sobre como aliviar dor na coluna.

Quando e Porque a Fisioterapia Não Funciona no Tratamento da Dor na Coluna

Infelizmente, não é raro encontrarmos pacientes que realizam o tratamento de fisioterapia e não apresentem melhora de seu quadro de dor ou em alguns casos, relatem que a dor piorou.

Razões para o insucesso da fisioterapia:

1. Foco do tratamento é aliviar o sintoma da dor (não tratar a causa da dor)

Isto é muito comum em terapias que baseiam seu tratamento em eletroterapia, termoterapia, exercícios passivos, tornando o tratamento de total responsabilidade do fisioterapeuta. É importante que o paciente saiba de sua autoresponsabilidade perante o tratamento, tendo o conhecimento dos fatores que irão facilitar o aparecimento da dor e os fatores que irão lhe ajudar a alivia-la.

2. Fazer o exercício de forma errada:

Os pacientes podem não ter uma compreensão completa de como seus exercícios devem ser realizados para trazer os benefícios desejados.

Se este for o caso, então o paciente pode se beneficiar de uma explicação mais completa do exercício dada pelo fisioterapeuta qualificado, que poderá corrigir os possíveis erros no desempenho dos exercícios.

3. Aderência ao tratamento e orientações (Autoresponsabilidade):

A fisioterapia não será capaz de aliviar a dor do paciente se ele não realizar todos os exercícios orientados ou não dedicar tempo suficiente para o seu programa de exercícios.

Para alcançar o alivio da dor permanente o fisioterapeuta traça um plano de tratamento no qual será necessário a realização do atendimento presencial na fisioterapia, mas principalmente da execução dos exercícios orientados para casa, se o paciente não fizer sua parte dentro do tratamento, será difícil alcançar o sucesso do tratamento.

4.  Manutenção da Prática dos Exercícios Após a Alta da Fisioterapia:

Muitos pacientes se perguntam como aliviar dor na coluna são tratados com sucesso com fisioterapia, porém, alguns, depois de um ou dois anos retornam a fisioterapia com a mesma dor lombar.

Na maioria das vezes, o paciente realiza o tratamento de fisioterapia seguindo todas as orientações propostas até a alta. Após este período, o paciente não mantém o programa de exercícios orientados para realizar em casa, levando a uma perda lenta de aptidão nos músculos treinados e, possivelmente, eventuais problemas na coluna lombar.

Assim, é altamente recomendável que uma vez que um paciente for tratado com sucesso com fisioterapia, ele deve desenvolver um programa de manutenção do exercício em casa para ajudar a sustentar a força e a massa muscular que foi desenvolvido na fisioterapia.

Conclusão da Fisioterapia sobre Como Aliviar Dor na Coluna

Atualmente a Fisioterapia para o Alívio da Dor na Coluna é baseada no tratamento ativo através de exercícios, lembrando que podemos realizar um exercício ativo através da contração muscular, mesmo estando deitado na maca.

O importante é seguir todas as orientações da Fisioterapia para o Alívio da Dor Lombar. Dessa forma, iremos nos tornar responsáveis aumentando as chances do tratamento ter um sucesso permanente.

Gostou das Dicas sobre Como Aliviar Dor na Coluna com a Fisioterapia?

Estou curiosa para saber o que achou sobre este post.

Deixe seu comentário para eu saber sua opinião e assim eu poder melhorar a cada dia meus posts, pois eles são feitos especialmente para você.

Avalie este Artigo