causar de dor nas costas

Causas de Dor nas Costas ou Dor Lombar são muitas vezes complexas e multifatoriais. Muitas vezes é mais difícil obter um diagnóstico preciso para as Causas de Dor Lombar do que para outras condições médicas.

Enquanto alguns diagnósticos feitos para as Causas de Dor Lombar são relativamente simples (como tumores, infecções ou fraturas), para muitos outros há pouco acordo entre os especialistas da coluna sobre um diagnóstico.

Sabemos que é fundamental obter um diagnóstico preciso das causas de dor nas costas, porque diferentes diagnósticos vão exigir diferentes tipos de tratamentos. E quanto mais cedo for feito o diagnóstico preciso, mais cedo o paciente encontrará um tratamento adequado para o alívio da dor e assim garantir a sua capacidade de desfrutar das atividades cotidianas.

Este artigo explica como obter um diagnóstico preciso, incluindo uma explicação de vários problemas comuns enfrentados pelos pacientes ao tentar obter um diagnóstico para as causas de dor lombar.

Processo do Diagnóstico das Causas de Dor na Costas

O diagnóstico fisioterapêutico, também chamado de diagnóstico clínico ou funcional, serve para identificar as Causas de Dor Lombar do paciente de acordo com a disfunção que ele apresenta.

Os fisioterapeutas determinam as Causas de Dor Lombar do paciente através de uma combinação dos seguintes passos:

1. Uma revisão da história clínica do paciente:

O fisioterapeuta questiona o paciente sobre seus hábitos diários a exemplo da alimentação e do sono, questiona ainda sobre doenças pré-existentes, traumas antigos. Além da descrição de quando a dor lombar, ciática ou outros sintomas ocorrem – o que é necessário fazer para iniciar a dor -, de como a dor se apresenta – pontada, queimação, facada, formigamento, entre outros tipos -, quais atividades, posições ou tratamentos fazem a dor aliviar ou piorar.

2. Um Exame Físico ou Funcional:

Os fisioterapeutas irão realizar um exame físico completo junto ao paciente, como testar a função nervosa, a força muscular em certas partes da perna ou braço, testar a dor em determinadas posições, verificar se há limitação de algum movimento e muito mais.

Normalmente, esta série de testes físicos dará ao profissional, juntamente com a história do paciente, a causa do problema que ele apresenta.

3. Exame de Imagem:

Depois que o fisioterapeuta verificar as Causas de Dor Lombar do paciente, um exame de imagem, como uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética, pode ser recomendado para confirmar a suposta causa dessa dor.

Por exemplo, se um problema de disco é suspeitado, um teste de imagem pode fornecer uma imagem detalhada mostrando a localização e tamanho do disco herniado e afetado raízes nervosas.

Os exames de imagem mais comuns incluem:

  • Os raios X fornecem detalhes das estruturas ósseas na coluna e são usados para verificar a instabilidade (como espondilolisteses, tumores e fraturas)
  • As tomografias, que são essencialmente um raio X muito detalhado, tomam imagens de seção transversal do corpo. Elas fornecem excelentes detalhes ósseos e também são capazes de detalhar as partes moles (ligamentos, cápsulas articulares, tendões, entre outros) para condições específicas, como uma hérnia de disco ou estenose espinhal.
  • Os exames de ressonância magnética são particularmente úteis para avaliar certas condições, fornecendo detalhes do disco (como para doença degenerativa do disco, espondilolistese) e raízes nervosas (como para hérnia de disco ou estenose espinhal). Esses exames também são úteis para descartar tumores ou infecções espinhais.

Antes de solicitar uma ressonância magnética, o fisioterapeuta geralmente tem uma boa ideia do que está procurando, e os exames são mais comumente usados para fechar o diagnóstico ou precisar o local da lesão, facilitando assim a abordagem fisioterapêutica.

Há uma série de outros estudos de imagem e elétrica que também pode ser usado para ajudar a diagnosticar as causas de dor nas costas.

Apesar de todos os avanços na fisioterapia para dor nas costas, ainda há muito o que a ciência   não entende. Em particular, as Causas de Dor Lombar podem ser muito complexas, tornando difícil às vezes obter um diagnóstico preciso. Sabemos que, tomar uma abordagem proativa no processo de obter um diagnóstico pode ajudar os pacientes a entrar no caminho para a recuperação mais cedo e com menos desvios.

Problemas com os Nomes das Doenças/Patologias que Causam Dor nas Costas

Muitos termos são usados para nomear ou descrever os distúrbios da coluna vertebral, e os profissionais de saúde costumam usá-los de forma diferente.

Por exemplo, a mesma anormalidade do disco vertebral pode ser descrita como um disco herniado, nervo comprimido, disco abaulado, disco saliente, disco escorregado ou disco prolapso. Não há acordo no campo médico quanto à definição precisa de quaisquer desses termos.

Muitas vezes, o paciente ouve o seu diagnóstico referido em termos diferentes por vários profissionais de saúde e se pergunta qual é o verdadeiro diagnóstico.

Além disso, a terminologia médica convencional às vezes pode ser enganosa para quem sofre de dores nas costas. Como exemplo, a doença degenerativa do disco não é realmente uma doença, mas uma condição degenerativa que às vezes pode produzir dor de um disco danificado.

A degeneração do disco é comum à medida que envelhecemos, porém somente algumas pessoas irão desenvolver sintomas dolorosos por esta razão.

Exames de Imagem Não Fornecem Diagnósticos sobre as Causas de Dor nas Costas

Deve-se ter em mente que muitos termos médicos (como hérnia de disco) se referem a achados radiográficos observados em uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética, mas os testes não podem determinar as Causas de Dor Lombar do paciente.

Um diagnóstico fisioterapêutico preciso para saber as Causas de Dor Lombar do paciente baseia-se na correlação dos resultados dos exames de imagem (como uma ressonância magnética), com os sintomas específicos do paciente e os resultados de um exame físico completo realizado pelo fisioterapeuta.

Exames de imagem são utilizados para confirmar uma lesão anatômica (ou seja, qualquer anormalidade ou doença) como uma causa de dor. Eles são particularmente úteis para identificar a fonte e a extensão da lesão (como um disco herniado, disco degenerado ou o grau de espondilolistese), o que, por sua vez, auxilia no diagnóstico e desenvolvimento de um plano de tratamento adequado.

Resultado dos Exames de Imagem Podem Ter Duplo Entendimento

Por exemplo, um discograma, que é uma técnica de injeção usada para determinar se um disco específico está gerando dor, é bastante controversa. Se utilizados, os resultados do discograma precisam ser cuidadosamente correlacionados com outros testes e os sintomas do paciente.

Além dele, existem outros testes que também são controversos e são usados de forma variável por diferentes praticantes, como por exemplo, EMGs (eletromiografia).

Embora não haja um acordo completo sobre quando os testes devem ser feitos no processo de diagnóstico das Causas de Dor Lombar, é sempre importante que os resultados do teste devem estar correlacionados com os sintomas do paciente e outros testes.

Anatomia Preservada e a Existência da Dor: O que fazer?

Embora seja difícil de acreditar, apesar de uma bateria de testes de diagnóstico, muitas vezes não há razão anatômica que justifique e explique a dor de um paciente. No entanto, mesmo o fisioterapeuta não identificando as causas da dor do paciente, ela é real e precisa ser gerenciada.

Especialistas em medicina da dor concentram-se em fornecer diagnóstico, tratamento e técnicas para pessoas com dor crônica a qual não pode ser abordada em cirurgia.

Muitas clínicas de dor integrada também fornecem recursos de auxilio, como um grupo de apoio e aconselhamento, bem como tratamentos médicos para gerenciar e evitar as causas de dor nas costas.

Atualmente sabemos que ela pode estar relacionada com outros fatores que não somente a alteração anatômica, tais como a alimentação, o estilo de vida, o equilíbrio emocional e a flexibilidade.

Conclusão sobre as Causas de Dor Lombar

Diante de uma Dor Lombar é importante que o fisioterapeuta verifique a real causa de sua existência. Isto será feito através de uma avaliação completa, onde o fisioterapeuta utilizará todos os seus recursos que possui para poder identificar a causa da dor e desta forma poder traçar o tratamento mais adequado.

Ressaltamos ainda que os exames de imagem são sugestivos de algum problema, não podemos simplesmente ler o resultado de um exame e achar que as alterações ali apresentadas são as causas exclusivas da dor. Muitas vezes as alterações apresentadas nos exames são também consequência de outro problema.

Gostou das Dicas sobre Como Identificar as Causas de Dor nas Costas?

Estou curiosa para saber o que achou sobre este post.

Deixe seu comentário para eu saber sua opinião e assim eu poder melhorar a cada dia meus posts, pois eles são feitos especialmente para você.

 

 

Avalie este Artigo