O idoso necessita movimentar seu corpo de forma frequente, os Exercícios para Terceira Idade podem trazer inúmeros benefícios a saúde. Porém é importante verificar o grau de autonomia e independência do idoso para saber prescrever o melhor exercício.

Exercícios para Terceira Idade Ajudam na sua Autonomia e Independência

O idoso pode ser autônomo e independente, como qualquer adulto, mas também pode ser apenas um ou outro.

Uma pessoa com quadro de demência inicial pode ser independente e ainda conseguir fazer suas atividades funcionais sem problemas, mas a autonomia, sua capacidade de tomar decisões, já está comprometida.

O oposto também é possível. O idoso pode ser dependente fisicamente, estar em uma cama ou numa cadeira de rodas e ter a autonomia preservada, porque consegue decidir o que quer.

Nesse último caso, os especialistas afirmam que o mais complicado costuma ser a relação dos familiares e cuidadores e o idoso.

A família, considerando a dependência física do idoso, tende a ter dificuldade de respeitar sua autonomia, como forma de proteção.

Por esse motivo, as famílias precisam aprender a separar bem as necessidades do idoso de acordo com sua capacidade de autonomia e independência.

No dia a dia, o incentivo à autonomia passa pelo respeito com o idoso e por meio de atitudes simples.

Se o idoso é dependente e precisa, por exemplo, de ajuda com o banho, mas se tem a autonomia preservada, eu posso perguntar para ele em qual horário prefere tomar banho. Nem se eu der apenas as opções de agora ou daqui a meia-hora. De qualquer maneira, ele pode escolher e isso ajuda a preservar sua capacidade.

A importância de poder continuar decidindo é preservar a autonomia. A partir do momento em que o idoso para de tomar decisões, ele se acomoda e, aos poucos, sua capacidade de escolha fica comprometida.

Portanto, sempre que o idoso for autônomo, respeite a escolha dele. Mesmo que isso vá contra a vontade do familiar, como no caso da recusa a um tratamento ou um medicamento que ele não queira tomar.

Sabendo disso é importante manter a frequência de exercícios na terceira idade com objetivo de ajudar os idosos na sua autonomia e independência.

Exercícios para Terceira Idade

Os Exercícios na Terceira Idade têm muitos benefícios a saúde, tais como aliviar as dores do corpo, fortalecer os músculos e articulações, evitar o aparecimento de lesões e o aparecimento de doenças crônicas como diabetes ou pressão alta.

Os Exercícios para Terceira Idade devem ser praticados três vezes por semana e sob orientação do fisioterapeuta ou de um professor de educação física.

Alguns exercícios podem precisar de adaptação pois é necessário verificar o nível de condicionamento físico e habilidade do idoso antes de iniciar qualquer atividade, através de uma avaliação física.

1. Caminhada

As caminhadas além de promoverem o convívio social, fortalecem os músculos, as articulações e melhoram o ritmo cardíaco.

Durante a caminhada, é importante manter as costas e os ombros eretos usar tênis confortável, com amortecimento.

O idoso deve começar por trajetos curtos e ir aumentando a distância até fazer caminhadas de 30 a 60 minutos, três vezes por semana.

Antes e depois das caminhadas, é muito importante alongar ou realizar aquecimento muscular para evitar lesões.

2. Natação

A natação é um dos melhores exercícios para a terceira idade porque tem muitos benefícios como alongar e fortalecer os músculos e articulações do corpo, prevenir o aparecimento de lesões, aliviar as dores causadas pela artrite e diminuir o risco de doenças como diabetes ou hipertensão, por exemplo.

Porém a natação não previne a perda óssea, para isto é necessário fazer exercícios fora da água para que se tenha um estímulo de crescimento ósseo.

3. Andar de Bicicleta

Andar de bicicleta é uma boa opção de exercício para a terceira idade porque ajuda a fortalecer as articulações, especialmente as dos joelhos, tornozelos e quadril, além de ajudar a fortalecer os músculos das pernas e abdômen.

Andar de bicicleta ajuda a baixar a pressão arterial e a aliviar as dores provocadas pela artrite. Porém para evitar quedas pode-se utilizar a bicicleta ergométrica.

4. Alongamentos

Os alongamentos além de melhorarem a flexibilidade e a circulação sanguínea, melhoram a amplitude dos movimentos, favorecendo a realização das atividades de vida diária como arrumar a casa ou cozinhar, por exemplo.

Os exercícios de alongamento ajudam a diminuir a rigidez das articulações e músculos e a evitar o aparecimento de lesões.

5. Hidroginástica

Na hidroginástica, todos os músculos do corpo são exercitados e a água favorece o relaxamento das articulações, aliviando as dores e desenvolve a força e resistência do corpo.

A hidroginástica melhora o ritmo cardíaco e a saúde dos pulmões.

6. Yoga

A yoga varia exercícios de força com exercícios de equilíbrio, ajudando a melhorar a postura, a estabilidade e flexibilidade do corpo, além de ajudar a alongar e tonificar os músculos e relaxar as articulações.

Entre os exercícios para a terceira idade, sem dúvidas a Yoga é uma excelente escolha.

7. Pilates

O pilates ajuda a estimular a circulação, aumenta a flexibilidade e força, favorecendo a coordenação dos movimentos.

O pilates também melhorar a postura, a concentração, a respiração e com isto alivia o estresse.

Conclusão sobre os Melhores Exercícios para Terceira Idade

O idoso deve parar de fazer os exercícios se começar sentindo dor intensa, devendo consultar o médico para fazer exames, identificar o diagnóstico e realizar o tratamento, se necessário, para continuar praticando exercício.

Gostou das Dicas sobre os Melhores Exercícios para Terceira Idade?

Estou curiosa para saber o que achou sobre este post.

Deixe seu comentário para eu saber sua opinião e assim eu poder melhorar a cada dia meus posts, pois eles são feitos especialmente para você.

 

Aprenda os 7 Melhores Exercícios para Terceira Idade
5 (100%) 1 vote